Cultura engajadora: saiba como engajar os colaboradores da sua empresa

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A cultura engajadora, também conhecida por alguns estudiosos como cultura magnética, é uma das formas mais usadas atualmente para motivar funcionários e melhorar o clima organizacional.

Apesar de o termo estar em alta, nem todos os negócios entendem exatamente a que ele se refere e nem como as ações dos seus líderes impactam diretamente nos resultados obtidos pelas equipes.

Quer entender melhor sobre cultura engajadora e transformar a sua empresa? Continue a leitura.

O que é cultura engajadora?

A cultura engajadora, como o próprio nome sugere, busca distribuir níveis diferentes de engajamento entre as equipes, aumentando o comprometimento dos colaboradores e criando um clima favorável à produtividade e à realização das metas.

Mas, afinal, o que é o engajamento das equipes?

Podemos entender como algo que vai além da mera identificação com os valores e os objetivos da empresa. Se refere também à motivação, lembrando os colaboradores do quanto eles são importantes e significativos no sucesso do negócio.

Colaboradores motivados são importantes não apenas para atingir as metas. A motivação os leva a superar desafios, resolver problemas, inovar, elaborar ações e desenvolver um clima organizacional agradável.

Para que haja uma cultura engajadora na empresa, contudo, é extremamente importante a participação direta dos líderes e gestores nesse processo, dando o exemplo.

Por que ela é importante?

Uma cultura engajadora consegue atrair profissionais talentosos, envolvê-los e sustentá-los em um ambiente que haja mais probabilidade de permanecer. Para isso, é indispensável criar um clima no qual os funcionários se sintam engajados e compartilhem o desejo de fazer parte do valor criado pela organização.

Funcionários engajados são aqueles que dispõem de comprometimento intelectual e vínculo afetivo para com os empregadores, com um ímpeto para implementarem iniciativa e criatividade extra, além de disposição para aceitarem responsabilidade.

Além disso, os colaboradores engajados ajudam na propaganda positiva da empresa, pois recomendam e promovem os produtos e serviços da organização.

Outras vantagens de contar com equipes altamente engajadas são:

  • superação dos limites, entregando mais do que é solicitado;
  • promotores da marca;
  • apaixonados pelos valores da empresa;
  • maior receptividade com os novos funcionários;
  • colaboradores motivados contribuem com novas ideias que ajudam a melhorar a empresa;
  • as equipes motivadas adaptam-se melhor as mudanças;
  • mais confiança na relação colaborador-empresa, o que permite mais autonomia na tomada de decisões;
  • redução dos custos operacionais (pois há mais produtividade e menor necessidade de contratar mão de obra adicional ou de horas extras de trabalho);
  • menor taxa de erro e retrabalho;
  • redução do turnover;
  • aumento na retenção de talentos.

Como criar uma cultura engajadora?

Apesar de todas essas vantagens, desenvolver uma cultura engajadora não é algo simples. Será necessário promover mudanças disruptivas que estimulem a participação ativa dos seus colaboradores, o que pode gerar resistências.

Para lhe ajudar, separamos algumas dicas importantes. Confira.

Desenvolva as lideranças

Como dissemos ao longo deste conteúdo, as lideranças têm um papel fundamental para o desenvolvimento de uma cultura engajadora. Logo, espera-se que os líderes sejam motivadores e engajem suas equipes com as causas e os objetivos da empresa. Além de darem o exemplo, por meio do comprometimento com os processos.

Por isso, é essencial que haja um processo de treinamento e desenvolvimento das lideranças. Trata-se de um caminho para entender o quanto eles são fundamentais na cultura engajadora.

Algumas práticas podem começar a ser adotadas nesse sentido. Por exemplo: oferecer feedbacks construtivos aos colaboradores e ajudar cada um a crescer dentro da empresa, como aliado.

Além disso, os líderes são os responsáveis por avaliar seus colaboradores e definir quais pontos mais ajudam a motivar as equipes – desenvolvendo ações nesse sentido junto a alta gerência.

Capacite os colaboradores

É muito comum encontrarmos colaboradores desmotivados porque desempenham funções sobre as quais não entendem, não gostam, não têm aptidões ou não foram corretamente preparados.

Por isso, se você deseja desenvolver uma cultura engajadora, precisa oferecer as ferramentas e os caminhos certos para que seus colaboradores consigam desenvolver adequadamente suas funções e sentirem-se realizados no ambiente de trabalho.

Lembre-se que um profissional devidamente capacitado e atualizado, além de render mais e motivar os demais, consegue trazer ideias e soluções diferenciadas, que ajudam a otimizar os processos internos.

Além disso, ao oferecer capacitação e investir no seu funcionário, ele passará a compreender o quanto é importante para a empresa e se sentirá mais estimulado.

Valorize suas equipes

Muitos funcionários precisam ver valor na atividade que realizam para se sentirem realmente motivados. Por isso, não deixe de desenvolver ações que valorizem suas equipes e mostre a cada colaborador o quanto o seu trabalho é essencial para os resultados do negócio e até para as demais iniciativas da empresa (como as questões sociais ou ambientais, por exemplo).

Um primeiro passo é avaliar adequadamente quais são os benefícios concedidos aos seus colaboradores. Entenda também se eles estão adequados às expectativas deles.

Além do salário, vale à pena buscar outros incentivos, como vale-cultura, apoio aos estudos, creche interna, horários de trabalho mais flexíveis, entre outros pontos que podem variar de empresa para empresa.

 Crie bons planos de carreira

Como você espera que seus funcionários se sintam motivados e engajados se eles não têm perspectiva de crescimento profissional? O plano de carreira é fundamental nesse processo e também ajuda de forma significativa no desenvolvimento da cultura engajadora.

Um bom plano de carreira funciona como uma espécie de “roteiro”. É ele que indica ao colaborador todas as etapas necessárias para crescer dentro da empresa. Isso pode envolver metas, aprendizados, qualificações, entre outros.

Porém, lembre-se da sua contrapartida. Ao realizar um plano de carreira, o mínimo esperado é que o empregador cumpra esse compromisso. Não existe nada mais desmotivador do que passar anos se preparando e não ter o apoio da empresa.

Contrate corretamente

Uma cultura engajadora também passa pela correta contratação. Pois, é imprescindível dispor de colaboradores alinhados à cultura empresarial e com os modos de agir do negócio.

Por isso, valorize profissionais que tenham a experiência e o conhecimento técnico de que vocês necessitam. Mas que também possuam características e personalidade em consonância com a cultura da sua empresa e com os processos internos, valores e missão da companhia.

Melhore o clima organizacional

Não existe como falarmos em cultura engajadora sem citarmos o clima organizacional. Se as pessoas estão insatisfeitas com os relacionamentos internos, dificilmente se sentirão motivadas a desempenhar suas funções.

Por isso, uma dica é investir em pesquisa de clima organizacional antes de adotar qualquer uma das atitudes acima. Dessa forma, vocês poderão entender melhor o quanto os seus colaboradores estão felizes e satisfeitos na empresa – e o que pode ser feito para melhorar esse ambiente.

E, claro, depois de constatar os problemas, busque consertá-los com medidas que demonstrem o comprometimento da gerência com o bem-estar dos colaboradores.

Foque na comunicação interna

Problemas comunicacionais também interferem na motivação. Afinal, se há “ruídos” nessa comunicação ou “fofocas”, eles podem desestabilizar a confiança das suas equipes e tornar difícil a convivência e o foco.

Assim, invista em canais de comunicação interna como TV corporativa, murais, intranet, reuniões, revistas, aplicativos de comunicação e outros. O ideal é adotar uma postura transparente e de confiança com as equipes.

Depois de seguir todos esses passos, ofereça mais autonomia aos seus colaboradores, mostrando que a empresa confia no capital humano.

Como você viu, a cultura engajadora é capaz de trazer inúmeros benefícios às empresas. Contudo exige uma mudança de postura dos líderes e da alta gerência, além de ações de valorização e reconhecimento dos profissionais.

Você gostou deste conteúdo? Assine abaixo a nossa newsletter e não perca nenhuma das nossas postagens, com dicas bacanas como esta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *